terça-feira, 16 de outubro de 2012

Saída estratégica pela direita...

Quando fazemos parte de um movimento, muitas vezes, temos que fazer decisões difíceis, mas necessárias à causa. Em um primeiro momento, tais escolhas podem parecer controversas, contraditórias e, até, opostas ao curso natural que se está seguindo, entretanto, precisamos considerar com muito cuidado mudanças que, apesar de drásticas, sejam estratégicas.
Neste sentido, venho anunciar publicamente que estou deixando a função de Diretor Pedagógico da ANED para agir como um colaborador autônomo.
Mesmo sendo membro fundador da associação e tendo permanecido nessa função desde seu início, neste momento, considero ser bastante estratégico deixar a posição e passar a agir de forma independente.
Por que uma mudança tão drástica?
Na verdade, há vários motivos, mas um dos principais é justamente a natureza da missão que tenho assumido com relação à educação domiciliar. Como deixei claro em meu texto “Regulamentar ou não Regulamentar?”, “[…] minha missão é corresponder e defender os interesses daquelas famílias que me pedem isso. […] Neste sentido, sou um servidor, um correspondedor, um auxiliador das famílias que ensinam em casa”. Como pedagogo, pesquisador e defensor da ED, através dos anos venho tentando oferecer as informações, os recursos e o apoio pedagógico que as famílias necessitam para que o processo de ensino-aprendizagem domiciliar ocorra de forma mais prática e eficiente. Dessa forma, preciso estar constantemente mantendo contato com as famílias que ensinam em casa e produzindo/buscando as respostas aos anseios e necessidades dessas pessoas.
Como vocês podem imaginar, as atribuições de Diretor Pedagógico também exigem muito tempo e esforço, o que torna extremamente difícil manter as duas atividades ao mesmo tempo. Foi, justamente, por conta dessas dificuldades que, nos últimos meses, não pude dar a atenção devida às famílias que me pediram ajuda nem manter o ritmo de produção textual que apresentei no ano passado e no início deste ano. Além disso, diversos projetos relacionados à ED tiveram que ser “congelados” para que eu pudesse me dedicar à função de Diretor Pedagógico da ANED. Naturalmente, para fazer um bom trabalho, preciso optar por uma dessas missões em detrimento da outra. Até o momento, optei pela Diretoria, mas, agora, creio ser hora de voltar a trabalhar como pesquisador, consultor e produtor.


ESCLARECENDO: Definitivamente, isso não quer dizer que me arrependo de ter investido todo esse tempo como parte dessa diretoria. De forma alguma! Tenho certeza que foi necessário investir esse tempo e que ele produziu muitos frutos para a causa. Entretanto, no ponto em que estamos, acredito ser o momento mais adequado e estratégico para passar essa diretoria a outras mãos, voltar às minhas antigas atividades e começar a planejar a implementação de novos projetos que poderão alavancar o progresso da ED em outras áreas.


Também preciso explicitar que não estou “abandonando” a ANED, me tornando concorrente e, muito menos, me colocando contra ela. Estou apenas deixando a responsabilidade integral da Diretoria Pedagógica para continuar como parceiro e colaborador, agindo de forma paralela e complementar às ações que a associação estiver realizando. Neste sentido, continuarei fazendo tudo o que puder para ajudar o progresso da ANED e a consolidação das ações que ela vem promovendo – e das que serão promovidas em breve.
Para finalizar, informo que continuarei ainda como Diretor Pedagógico por algum tempo, mas que logo essa função será passada para outra pessoa.
Caso haja qualquer dúvida ou comentário sobre isso, estou à disposição, bem como todos os demais integrantes da Diretoria da ANED.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...